Há mais milagres sobrenaturais acontecendo hoje do que se pode imaginar, diz John Piper
03/05/2018 21:22 em Noticia

Os milagres divinos dos tempos bíblicos foram numerosos, porém atos miraculosos estão de fato ocorrendo em todo o mundo com mais frequência do que as pessoas imaginam, de acordo com John Piper.

Em um episódio de segunda-feira do programa “Ask Pastor John” (“Pergunte ao Pastor John), o teólogo reformado e autor respondeu a um estudante cujos colegas lhe perguntavam coisas como 'Por que Deus não faz milagres hoje na América do século XXI, como Ele fez, tanto no Velho quanto no Novo Testamentos? Não parece conveniente que Deus só tenha feito milagres na Bíblia? Os pais desse estudante são missionários em um país do antigo bloco soviético e a diferença entre a vida no campo missionário e a vida estudantil em um campus universitário secular é "constante", explicou ele.

Piper explicou que "havia menos milagres na Bíblia do que você provavelmente pensa, e há mais milagres hoje do que você provavelmente sabe, e há uma boa razão bíblica para explicar por que haveria um certo tipo de prevalência de milagres na Bíblia, que é diferente de hoje".

"É simplesmente um grande erro pensar que os milagres ocorreram em toda a história do povo de Deus, registrada pela Bíblia. Eles não estavam correndo por toda a história do povo de Deus. Eles surgiram em torno de certos períodos de tempo como o êxodo e como os ministérios de Elias e Eliseu", disse ele sobre as intervenções milagrosas no Antigo Testamento.

A maioria dos heróis da fé antes do tempo de Cristo viveu pela fé nas promessas de Deus que nunca viram se concretizarem, uma fé baseada no que Deus havia feito no passado, ele prosseguiu. Tal qual é a vida hoje, ele continuou, enquanto os cristãos aguardam um Reino vindouro "que ainda está para ser consumado, olhando para a obra decisiva de Jesus Cristo na Bíblia".

"Quando se trata do Novo Testamento, é gloriosamente verdade que Jesus fez milagres de forma perfeita e consistente, embora Ele mesmo tenha levantado apenas três pessoas dentre os mortos e não tenha curado pessoas em muitos lugares onde ele viajou ou onde ele não viajou", ele disse.

"Não apenas isso, mas o próprio Jesus explica seus próprios milagres como apontando para Sua divindade. Em outras palavras, algo sobre esses milagres ligados a Ele e você não esperaria que eles se ligassem a outras pessoas da mesma maneira", acrescentou

Embora Jesus capacitasse seus discípulos a realizar milagres, eles sabiam que Jesus era único, Ele alegava que seu poder divino estava no fato de que ele era o Filho de Deus.

"Quando você se volta para o livro de Atos e o resto do Novo Testamento, é óbvio que os apóstolos fizeram alguns milagres surpreendentes, mas também é verdade que eles sofreram muito e seus colegas ficaram doentes. Paulo também teve um médico junto dele. Eles foram jogados na prisão e foram mortos", lembrou.

Piper sustenta uma visão que é conhecida como continuacionismo, que milagres não cessaram com a morte do último apóstolo ou o fechamento do cânon das Escrituras e que eles continuam a acontecer hoje. Já os que são conhecidos como cessacionistas acreditam na perspectiva oposta.

"Se pudéssemos recolher todas as histórias autênticas em todo o mundo - de todos os missionários e todos os santos em todos os países do mundo, todas as culturas do mundo - se pudéssemos recolher todos os milhões de encontros entre cristãos e demônios e cristãos e doenças e todas as coincidências do mundo, ficaríamos atônitos. Pensaríamos que estávamos vivendo em um mundo de milagres, o que na verdade estamos", destacou o pastor.

 

FONTE: https://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/ha-mais-milagres-sobrenaturais-acontecendo-hoje-do-que-se-pode-imaginar-diz-john-piper.html

COMENTÁRIOS
Ofertas